Novidades RAD Studio XE3 – Visual LiveBindings – #2

Salve, salve amigos antes de tudo, gostaria de agradecer pelos e-mails com as dúvidas e elogios recebidos referente ao artigo Metropolis UI. Obrigado.

Dando continuidade às novidades do Delphi XE3, trago neste segundo artigo #2, Visual LiveBindings, que foi uma das novidades da versão Delphi XE2.

Marcos, mas o que é Visual LiveBindings? LiveBindings é uma característica de realizar a ligação de dados no Delphi que é suportada tanto pela VCL como pelo FireMonkey. LiveBindings é baseado em expressões relacionais, chamados de expressões de ligação, que podem ser unidirecionais ou bidirecionais. Por meio de expressões de ligação, qualquer objeto pode ser ligado a qualquer outro objeto, simplesmente definindo uma expressão de ligação envolvendo uma ou mais propriedades dos objetos que deseja ligar, podendo realizar as ligações entre objetos ou DataSet Fields. Tudo bem Marcos, mas isso eu já faço no Delphi algum tempo através dos componentes de acesso a dados e como os famosos “DataAware” mais conhecidos como DBEdit, DBText, DBGrids entre outros. Certo, nesta nova versão é possível por exemplo, se conectar a quaisquer objetos dos mais variados tipos a controles em tela, um controle a outro, ou mesmo uma propriedade a outra propriedade do mesmo controle. Como informado acima, toda “mágica” é baseada em expressões. Tais expressões são tratadas como Binding Expressions, e são utilizadas durante o processo de “Binding” entre os objetos. Essas “expressões de ligação” irão conter por exemplo as propriedades ou valores envolvidos no Binding.

Veja este exemplo, você pode vincular um controle TEdit a um TLabel para que quando as alterações digitadas no texto do TEdit, sejam refletidas para o componente TLabel de forma automática através do uso da binding expression sem quelquer código digitado. Outro exemplo é a vinculação de um controle Trackbar para um componente ProgressBar para que o progresso seja mostrado no componente ProgressBar a medida que o valor seja alterado no controle TrackBar.

Tudo acontece de forma visual como mostrado na imagem abaixo.

09-03-2013 16-49-43

Na versão do Delphi XE2, havia a necessidade do desenvolvedor escrever algum código, seja para a definição das expressões ou pela notificação manual ocorrida aos mecanismos, tendo o desenvolvedor um certo trabalho na codificação. Agora, o trabalho ficou mais simplificado e muito mais fácil de ser realizado com a utilização do novo recurso denominado Visual LiveBindings. Como o próprio nome indica, este recurso provê uma forma totalmente visual de se criar e estabelecer as ligações entre os objetos. Nesta nova versão do Delphi XE3, existe duas formas de se definir LiveBindings, que são através do uso do LiveBindings Designer e LiveBindings Wizard.


LiveBindings Designer

A forma mais simples de LiveBindings é usando o LiveBindings Designer. Você pode usar o LiveBindings tanto em aplicações VCL ou FMX. Com ele você pode:

  • Criar novos LiveBindings entre vários componentes visuais utilizados em seu formulário.
  • Edite os LiveBindings existentes.
  • Gerenciar todos todas as LiveBindings que você criou.
  • Exportar o diagrama de ligação como um arquivo de imagem.

Isto porque, através da superfície de sua estrutura é possível criar, editar, excluir e visualizar os LiveBindings existentes em um formulário, de uma forma totalmente visual a intuitiva. Na IDE, ele está disponível no menu View. Adicionalmente, ele pode ser acionado de forma automática durante a criação de um novo LiveBinding em formulários de projetos VCL e FMX, através da opção Bind Visually dos componentes.

O LiveBindings Designer consiste em uma janela que você pode usar para criar, editar ou visualizar os LiveBindings em sua aplicação. No lado esquerdo, você tem um conjunto de botões que correspondem a várias funções listadas abaixo. Há duas caixas de combinação na parte superior que contêm, respectivamente, todas as formas e todos os controles que estão presentes no form especificado pela primeira caixa de combinação. O designer tem três menus de contexto que podem ser utilizado.

LiveBindingsDesigner

Veja no diagrama acima como podemos visualizar as ligações entre componentes no Form Designer. Absolutamente nenhum código está escrito no arquivo fonte, tudo está sendo realizado através de ligações.

09-03-2013 16-53-45

No exemplo acima, foi estabelecida uma ligação entre os controles Edit1 e Label1, de forma que o que for digitado na caixa de texto é refletido no texto do Label, assim que o cursor sai do Edit. Para nos certificarmos da praticidade do recurso, a partir de uma aplicação VCL comum, basta arrastar para o formulário os controles mencionados que ao pressionar a tecla Tab será mostrado no TLabel o memso texto digitado no TEdit. Para realizar este processo, através do LiveBindings Designer, já em seu editor, através do simples movimento de arrastar-e-soltar do mouse da propriedade Text do Edit1 em direção à propriedade Caption do Label, para que seja definido um novo LiveBinding. Mesmo se tratando de um exemplo totalmente simples, podemos notar claramente as diferenças de usabilidade impostas pelo novo Visual LiveBindings. Na prática, por um simples movimento de mouse foi definido um novo LiveBinding, sem a necessidade de se codificar qualquer expressão envolvida. É importante observar que todas as operações e configurações realizadas no diagrama exposto no Designer são persistidas, ficando salvas na mesma pasta do projeto, em um arquivo de extensão .vbl.

LiveBindings Wizard

O botão LiveBindings Wizard está sempre disponível no LiveBindings Designer. Use LiveBindings Wizard perfeitamente para criar novas expressões LiveBindings e as conexões entre os vários componentes. Usando o LiveBindings Wizard, você pode criar uma ligação entre os componentes existentes, ou você pode gerar novos componentes diretamente dentro do Wizard, já ligado como você quer. Você pode usar o LiveBindings Wizard ao desenvolver aplicações tanto VCL ou firemonkey.

Para acessá-lo, você pode usar o próprio LiveBindings Designer ou através do botão direito do mouse em qualquer parte do formulário. Uma vez acionado, o Wizard é mostrado conforme imagem abaixo.

LBWBindingTask

O LiveBindings Wizard pode ser dividido em duas partes principais. Do lado esquerdo, estão os passos envolvidos no assistente, enquanto que do lado direito estão às opções disponíveis naquele momento. Sendo assim, os passos envolvidos no assistente podem variar de acordo com a opção escolhida ainda no passo inicial. Preste muito atenção, pois esta primeira tela é peça-chave para a continuidade do processo.

  • Vincular um controle a um campo (Field);
  • Vincular um Grid a uma fonte de dados (Data Source);
  • Vincular a propriedade de um componente a um controle;
  • Vincular a propriedade de um componente a um campo (Field).

LBWControl

EXEMPLO PRÁTICO

Agora, vamos realizar um exemplo simples e didático, mas de forma prática para que o entendimento fique mais claro.

Antes é importante realizar uma rápida configuração para que fique disponível a opção LiveBindings Wizard através do clique do botão direito do mouse no formulário. Clique na opção do menu Tools–>Options–>LiveBindings e em seguida marque a opção Display LiveBindings Wizard in right-click menu.

Veja na imagem abaixo, a opção que deve ser configurada.

09-03-2013 16-12-26

Pronto, agora, inicie uma nova aplicação através do menu File à New à FireMonkey Desktop Application – Delphi

09-03-2013 16-00-34

Depois selecione a opção conforme imagem abaixo.

09-03-2013 17-00-15

Insira no formulário os seguintes componentes: Um TEdit, três TLabel e um TButton.

09-03-2013 16-25-26

Agora, com o clique de direita do botão do mouse acione a opção Bind Visually… ou através da opção do menu View à LiveBindings Designer.

09-03-2013 16-27-11

LiveBindings Designer em ação.

09-03-2013 17-03-07

Clique com o mouse e segure na propriedade do componente Edit1 e leve e solte em cima da propriedade Text do Label1. Repita este procedimento para os demais Label’s.

09-03-2013 16-33-33

09-03-2013 16-36-47

Compile e digite algum texto no componente Edit e em seguida clique no botão.

09-03-2013 16-38-29

Bom, este foi um exemplo trivial e bastante simples para que você pudesse entender o que venha ser este novo recurso denominado Visual LiveBindings e suas funcionalidade. Em breve irei gravar uma vídeo aula mostrando a outra forma de se definir LiveBindings, que é a opção LiveBindings Wizard. Não perca.

Caso queira saber mais detalhes deste novo recurso, acesse os links abaixo.

http://docwiki.embarcadero.com/RADStudio/XE3/en/LiveBindings_Designer
http://docwiki.embarcadero.com/RADStudio/XE3/en/LiveBindings_Wizard

Ah, deixe o seu comentário, sugestão ou dica.

Até mais.

Take care

FireDAC: Multi-Device Data access for Delphi, C++Builder and RAD Studio

firedac

Salve, salve amigos,

Fernando Rizzato acaba de publicar em seu blog a informação da aquisição da biblioteca de Acesso Universal a dados FireDAC pela Embarcadero.

Clique no link abaixo e saiba mais.

http://blogs.embarcadero.com/fernandorizzato/index.php/2013/02/28/firedac-multi-device-data-access-for-delphi-cbuilder-and-rad-studio/

Abaixo, pequeno trecho que foi publicado em seu post. Não deixe de ler a informação completa no link acima.

“As capacidades de conectividade de dados de nível empresarial do Delphi e C++ Builder foi reforçada com FireDAC, oferecendo o desempenho mais rápido disponível, uma seleção ampla de plataformas de banco de dados, maior facilidade de utilização, API universal de acesso a dados, recursos específicos de cada fornecedor de banco de dados e mais. FireDAC suporta múltiplos dispositivos, incluindo clientes Windows e Mac desktop, iOS e Android em 2013.”

Take care

09-02-2013 17-37-47

 

 

 

Delphi completa 18 anos

Delphi18sanos

Salve, salve amigos,

Hoje o nosso querido Delphi completa 18 anos.

Parece que foi ontem quando tive o meu primeiro contato em 1996 com a versão do Delphi 1 ainda 16 bits. Foi amor à primeira vista. Eu que na época programava em Clipper Summer 87, calma gente não sou tão velho assim. Aquele universo de ambiente gráficos de componentes, telas, botões e IDE, era algo realmente fantástico e revolucionário para época.  Já na versão Delphi 2, se não estou enganado para Windows 95 e compilação 32 bits, foi um marco.

Sabe o que mais me impressiona em tudo isso? É que a facilidade, filosofia e estrutura do Delphi ainda continua a mesma que é torna simples, fácil a vida dos profissionais que vivem do desenvolvimento de aplicativos e do universo computacional.

De lá pra cá, muitas coisas mudaram nestes dezoito anos de estrada. A Borland foi vendida para a CodeGear que em pouco tempo foi comprada pela Embarcadero Technologies. Mesmo neste processo de aquisições de compra e venda, a qualidade das  inovações no produto nunca foram afetadas.

A Embarcadero tem realizado investimentos cada vez maiores no produto e a prova disso são as versões e as novações a cada lançamento mantendo os profissionais cada vez mais na vanguarda tecnológica e trabalhando com o que a de melhor das tecnologias atuais. Atualmente, a versão Delphi XE3 contempla o desenvolvimento para o tão badalado Windows 8 e Mac OS X. Vejam bem, uma ferramenta para a criação de aplicações Windows e Mac com um único código. Sem contar ainda das novidades do FireMonkey 2 e Visual LiveBindings. Em breve será lançado o RAD Mobile Studio para o desenvolvimento para iOS e Android. Opá, novamente um único código para varias plataformas.

Portanto, amigos são dezoito anos muito bem vividos e esperamos que a cada ano um seja ainda melhor que o outro.

Parabéns ao Delphi e todos que de alguma forma contribuíram com a criação desta excelente e fantástica ferramenta.

Um forte abraço

09-02-2013 17-37-47

Não Percam – Webinar de Preview do desenvolvimento para iOS com Delphi e RAD Studio

a

Salve, salve amigos,

São tantas as novidades. Neste evento online você irá conferir as novidades que em breve irão auxiliar no desenvolvimento Delphi para iOS que será lançado. Não deixe de participar, pois é um ótimo momento para começar no desenvolvimento para multi-dispositivo e aplicações para os ambientes Windows, Mac, iOS e Android.

Faça logo a sua inscrição clicando na imagem abaixo.

b

Vejam os recursos planejados no Delphi para iOS

  • Compilador ARM  Delphi otimizado
  • Desenvolvimento para telefones, iPod Touch, iPhone e iPad
  • Controles nativos UI e Pixel-perfect
  • FireMonkey para iOS
  • Acesso a dados através do dbExpress para InterBase e SQLite
  • Client DataSnap
  • Suporte aos dispositivos e sensores como (giroscópio, GPS, câmera e acelerômetro)
  • Form designer para Mobile

Por que devo escolher o Delphi como desenvolvimento para aplicações Móveis?

  • Desempenho rápido de forma nativa – Fica mais rápido do que baseado na web ou híbrido para aplicativos móveis
  • Aproveite a sua expertise, conhecimentos e habilidades que já conhece da linguagem Delphi
  • Desenvolvimento em uma única IDE sejam para os ambientes Windows, Mac OS X e iOS
  • Pensando a frente, pois o desenvolvimento para iOS será da mesma forma no ambiente Android. Tente imaginar você compilar seus aplicativos móveis firemonkey tanto para iOS e Android

Caso tenha interesse em sair na frente, comece cedo no desenvolvimento para iOS, participando do programa beta  de desenvolvimento!

Clique aqui e participe do  programa Beta

Um grande abraço

09-02-2013 17-37-47

Novidades RAD Studio XE3 – Metropolis UI – #1

Salve, salve amigos é com prazer que antes de tudo desejo a todos um excelente 2013 com muita saúde, paz e felicidades.

Neste primeiro artigo de 2013, não sei se é novidade para todos, mas o lançamento do RAD Studio XE3 está cheio de novidades. Entre elas estão: Metropolis UI, FireMonkey FM2 , Visual LiveBindings desenvolvimento para Windows seja em 32bits ou 64bits, o tão divulgado Windows 8 e Mac OS X Mountain Lion. Isso mesmo amigos, agora com Delphi XE3 você desenvolve para Windows em sua última versão e para a plataforma MAC OS X.

São tantas as novidades que além desse artigo #1, vou preparar alguns outros para levar a você um overview do que temos de melhor na evolução tecnológica em relação ao Delphi. Sem contar que ainda este ano teremos RAD Mobile Studio para desenvolvimento Mobile para iOS e Android com Delphi, mas isso é assunto para mais tarde.

Nesta recente versão do Delphi XE3 é possível construir aplicações de forma totalmente RAD (Rapid Application Development), para as plataformas Windows e Mac. Varias outras melhorias e novos recursos foram adicionados que contemplam o desenvolvimento de aplicativos tradicionais Windows, Mac OS X Mountain Lion e o novíssimo Windows 8. Como anunciado pela gigante Microsoft, está versão promete agregar uma nova geração de aplicativos, que serão executados tanto em Desktops quanto em Tablets, incluindo uma interface e usabilidade única e muito particular. Aqui vai um ponto positivo para a Embarcadero, que coloca o Delphi mais uma vez presente, provendo novos recursos a seus clientes a fim de proporcionar mais opções de desenvolvimento e acompanhando as tendências de mercado.

O Delphi XE3 provê uma série de modelos (templates) de projetos pré-prontos e exclusivos para a nova plataforma do Windows 8 recém lançada, já que incluem características que vão da aparência ou seja, layout ao suporte a touch (toque). Estes templates fazem a cobertura do novo recurso denominado Metropolis UI, que proporciona a similaridade e compatibilidade com os modelos de aplicativos mais populares do Windows 8. Este novo conceito visual e de experiência diferente e interativa. Temos ainda a possibilidade de realizar a conversão dos formulários de aplicações tradicionais VCL ou FMX, num processo muito simples e intuitivo como já conhecemos nos processos realizados em Delphi.

Nesta versão XE3 a plataforma de aplicações FireMonkey teve uma evolução e apresenta a sua nova versão, denominada FM2. As mudanças e melhorias, neste caso, se fazem presente com relação à capacidade e desempenho das aplicações. A presença de novos componentes disponíveis para uso, como um novo controle de Grid e ActionLists (muito similar ao da VCL). Assim como o FireMonkey, o LiveBindings é outro recurso que foi introduzido na versão anterior no XE2 e bem aprimorado nesta versão XE3. O LiveBindings, proporciona agora a ligação de dados de maneira totalmente visual, sem a necessidade de escrever código, como já conhecemos. Para que isso seja possível, contamos agora um novo recurso denominado Visual LiveBindings, que possibilita, por exemplo, o estabelecimento de um “Binding” entre um controle UI e um DataSet através de uma simples ação de arrastar-e-soltar no estilo drag-and-drop.

Como pode ter notado em vista do que foi mencionado até aqui, podemos determinar que três itens que se destacam como sendo as principais novidades da versão XE3 do Delphi são: Metropolis UI, FireMonkey FM2 e Visual LiveBindings. Através do Delphi XE3 a comunidade poderá estar de acordo com o que há de mais novo no mercado de software e tecnologia. Sem sobra de dúvida, hoje é o ambiente mais completo de desenvolvimento.

Neste primeiro artigo #1, irei abordar o recurso da Metropolis UI.

O que é Metropolis UI ? É um conjunto de características que produzem aplicações compatíveis com Windows 8. Com Delphi XE3 você pode criar aplicações Metropolis UI usando tanto a VCL ou Firemonkey. Falando de outra forma, seria recursos e características, cuja a função principal é a de reproduzir aplicações Delphi compatíveis com o novo modelo de User Interface (UI) trazida pelo Windows 8. Podemos até pensar em um primeiro momento que aplicações que vislumbram seguir este modelo deverão ser habilitadas a trabalhar tanto em contextos tradicionais, com o uso do mouse, como também em contextos sensíveis ao toque. Poderão ainda ser executadas tanto em Desktop, como em dispositivos móveis. O legal disso tudo é que você pode executar aplicativos desenvolvidos em Windows 8 em versões anteriores do Windows.

O Windows 8 tem como objetivo um visual mais limpo, com uso de blocos com informações dinâmicas denominados de Tiles, além do suporte aos recursos de toque e gestos. O Delphi XE3 então aderiu a está tendência, disponibilizando novos modelos de projetos para suas duas plataformas de aplicação – VCL e FireMonkey.

fig1
Figura 1

O mais bacana de tudo é que todas as aplicações que forem desenvolvidas através destes modelos de projetos, podem ser executadas nas versões anteriores do Windows, não sendo restringidas somente à versão 8 do Windows. Vocês irão notar que um projeto Metropolis UI, tal como o tipo VCL Metropolis UI Application, nada mais é do que um projeto VCL tradicional, com elementos que o habilitam a se tornar compatível ao novo modelo de UI do Windows 8. Como pode ser observado na figura abaixo, podemos notar no projeto VCL Metropolis UI a presença de controles e componentes comuns ao desenvolvimento VCL tradicional. Nota-se a presença de itens como GestureManager, ActionList, Image, Panel, Label, além de outros, e que torna o trabalho de desenvolvimento totalmente familiar e facilitado.

É importante observar que mesmo desenvolvendo aplicações para Windows 8 o XE3 ainda não provê suporte a aplicações nativas WinRT como também para aplicações moveis Metropolis.

fig2
Figura 2

Através de um Wizard o Delphi fornece três tipos diferentes de Layout para o desenvolvimento de aplicações deste tipo. Na figura abaixo, é mostrada as opções para uma aplicação FireMonkey Metropolis UI Application que, por sinal, são as mesmas disponíveis para VCL Metropolis UI Application. A própria nomeação de cada tipo deste reflete sua característica, sendo que a principal diferença entre uma ou outra está relacionada principalmente à parte visual e de navegação do usuário. Abaixo, uma breve explicação de cada uma das opções.

  • Blank Metropolis UI Application: Com está opção é criada uma aplicação com Layout em branco, ou seja, sem um layout definido, deixando que o desenvolvedor faça a sua criação e seu estilo. Apesar disso, em termos de usabilidade, ela dispõe dos recursos necessários para este tipo de UI, tais como suporte a Touch e Gestures. Em Runtime, ou seja, durante a execução o formulário da aplicação é mostrado um estilo padrão, denominado MetroDark;
  • Grid Metropolis UI Application: Nesta opção é criada uma aplicação, com um Layout definindo uma série de grupos de itens informativos dispostos em colunas, tal como em um Grid. Cada grupo possui então uma página de detalhes associada, que pode ser acionada através de um clique durante a sua execução. Nesta opção são adicionados automaticamente dois formulários ao projeto sendo o primeiro exibindo os grupos de itens e o segundo a área de detalhes;
  • Split Pane Metropolis UI Application: Nesta opção é criada uma aplicação com Layout muito próximo do tipo anterior, com a diferença de apresentar menos itens em tela. Em Runtime, o clique sobre cada grupo leva a uma página dividida, contendo uma lista de itens à esquerda e uma seção de detalhes à direita. Novamente dois formulários são automaticamente criados junto do projeto.

fig3
Figura 3

Nas figuras abaixo um visual de aplicações Metropolis, que exibem uma VCL Metropolis UI Application com tipo de layout Grid.

fig4
Figura 4
fig5Figura 5

O XE3 ainda traz alguns novos estilos, marcados como Metropolis UI, prontos para serem usados em aplicações deste tipo, seja em VCL ou FireMonkey, na forma de Skin. Na verdade são quatro as opções disponíveis: Metropolis UI Black, Metropolis UI Blue, Metropolis UI Dark e Metropolis UI Green.

fig6
Figura 6

Veja as possibilidades de desenvolvimento que se abre através desta nova versão XE3.

Se já não bastasse toda esta facilidade para desenvolvimento Metropolis UI, ainda é possível que você realize a conversão de uma aplicação existente para o visual Metropolis UI.

Além de trazer o novo recurso Metropolis UI, ainda é possível realizar a conversão de uma aplicação existente para este novo estilo, seja ela VCL ou FireMonkey. Um exemplo de aplicação tradicional do tipo VCL Forms Application, clique no menu de contexto do mouse no formulário e é mostrada a nova opção “Convert to Metropolis UI Form”. Uma vez acionada, ela exibe uma mensagem de alerta da conversão que está para se iniciar, informando que as alterações, caso sejam realizadas, não poderão ser revertidas. Ao confirmar em OK, o processo é iniciado, e o próprio Delphi se encarrega de fazer as mudanças necessárias, a fim de deixar o visual do formulário no estilo Metropolis UI.

fig7Aplicação Tradicional VCL Form Application

fig8

Veja a nova opção para que seja realizada a conversão

Até o próximo artigo.

Take care

09-02-2013 17-37-47

Embarcadero compra biblioteca de componentes AnyDAC

download1

Salve, salve amigos,

Excelente notícia para a comunidade.

A Embarcadero compra a biblioteca de Acesso a Dados AnyDac. Uma excelente aquisição para toda a comunidade Delphi e C++ Builder que utilizam Banco de Dados.

Considerada a melhor biblioteca de acesso a dados para Delphi. Os planos são de oferecer este conjunto de componentes em breve através de uma atualização e integrado em futuras versões no Delphi e C++ Builder.

Como foi descrito no post de Marco Cantu, está aquisição vai além de somente a compra da suíte de componentes AnyDac, mas também todo o know-how do desenvolvedor da mesma Dmitry Arefiev que continuará melhorando a suíte e desenvolver formas e conexões para as plataforma moveis.

Está transação mostra a toda a comunidade que a Embarcadero está cada vez mais realizando investimentos e trabalhando para se manter a frente e na vanguarda tecnológica.

Caso queiram ler as matérias na integra, clique nos links abaixo.

Site da Embarcadero
Blog Marco Cantu

Marcos Antonio Moreira
MVP_Logo_100x100

Take care